Institucional

O Grupo Brasil Verde (GBV) é uma Organização Civil sem fins lucrativos, de trabalho totalmente voluntário, que surgiu por iniciativa de cinco estudantes do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Juiz de Fora em 05 de junho de 1995. O objetivo inicial era formar um grupo de pesquisadores que produzisse conhecimento científico nas diversas áreas das Ciências Biológicas. Em 1996, iniciamos um processo de expansão da entidade, alterando seu rumo. Mantivemos em nossos quadros o Grupo de Pesquisas, mas nos tornamos uma ONG, abrindo espaço para qualquer pessoa interessada em atuar voluntariamente em prol da causa ambiental. Iniciou-se também o processo de criação de núcleos, hoje denominados de coordenadorias regionais e locais, o que tornou a entidade nacional e resultou na configuração atual.

O GBV hoje tem um Presidente (Geraldo Majela Moraes Sálvio), um Vice-Presidente e Diretor Financeiro( Wanderley Júnior ) , um Diretor Administrativo (Plínio Alvim) e um Diretor de Relações Institucionais ( Jaime Luciano ). Possuímos em nossos quadros, além da Diretoria Executiva, coordenadores regionais e locais nas cidades onde atuamos direta ou indiretamente. O fórum maior de decisão dentro do Grupo Brasil Verde é a Assembleia Geral que reúne anualmente todos os associados e que são realizadas em diferentes municípios. Nessas reuniões, todos os filiados à entidade trocam experiências e ajudam a construir o caminho a ser trilhado, além de recebermos convidados e amigos.

Em 2004, com apoio da Associação Mico Leão Dourado e o financiamento de entidades internacionais como a Conservation International, o Banco Mundial, MacArthur Foundation, Global Environmental Facility e o Governo do Japão, ganhamos destaque nacional e internacional pelas atividades ligadas à capacitação profissional. Também nos destacamos na representação, ao lado de outras ONGs, da sociedade civil em importantes fóruns, como o COPAM (Conselho Estadual de Políticas Ambientais), o CERH (Conselho Estadual de Recursos Hídricos) e o CEIVAP (Comitê para Integração da Bacia Hidrográfica do Paraíba do Sul). Durante muitos anos, tais representações ficaram restritas a entidades de grandes centros. Sendo assim, questões locais e regionais ficavam em segundo plano. Temos o compromisso de discutir de perto nossos problemas buscando soluções rápidas e duradouras. Atuamos efetivamente em várias cidades brasileiras, seja em encontros, congressos, ministrando cursos e palestras ou outros eventos. Possuímos coordenações regionais nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Cada regional responde por um número determinado de municípios, hoje totalizando cerca de quarenta cidades.

Ao longo de nossos vinte anos de existência desenvolvemos inúmeras palestras, cursos, campanhas de conscientização , sensibilização e projetos de educação ambiental. Atuamos, ainda, na pesquisa científica, gerando conhecimento sobre conservação de fauna e flora, além de estarmos atentos às agressões ao meio ambiente. Em 1996, instituímos o Prêmio Brasil Verde de Conservação Ambiental com o objetivo de homenagear pessoas, empresas ou instituições que contribuem de alguma maneira para a conservação da natureza.

Em 2000, fundamos o Centro de Capacitação Técnica em Conservação da Natureza que se dedica à formação e capacitação de profissionais nas diversas áreas da Ecologia, Educação Ambiental e Conservação da Natureza. Hoje o centro reúne esforços da Fundação Diaulas Abreu e do Grupo de Pesquisas em Planejamento e Gestão de Áreas Naturais Protegidas do IF Sudeste MG.

Temos convicção que juntos podemos construir um BRASIL mais VERDE!!!!!

Nossos parceiros

No Banner to display